Wednesday, October 30, 2013

Criminal hearts



Sou viciada na série Criminal Minds e várias outras nesta mesma linha policial, e durante uma conversa com a Thais percebemos que sou boa para criar perfil de pretendentes.

Tem gente que não gosta de escutar opiniões sobre seus ficantes, namorados ou rolos, mas quando a pessoa não se importa ou até mesmo pede, eu gosto de traçar o perfil da personalidade amorosa da pessoa, porque sim, as pessoas normalmente tem uma personalidade completamente diferente com quem se relacionam amorosa ou sexualmente. Algumas pessoas me explicaram que isto é devido a intimidade, pois normalmente você se sente mais à vontade em mostrar e praticar suas maluquices com as pessoas que você mais gosta e que gostam de você, pois desta forma sabe que será desculpado e acolhido todas às vezes que perder um parafuso.Esta mania não é só minha não, lá em casa vivemos traçando perfil para o outro, inclusive de nós mesmos, porque estamos longe de sermos perfeitos, estamos mais perto de sermos bêbados, mas perfeitos não...rs



Outro dia brincando com a Thais eu tracei o perfil de um FF dela, só que o tempo foi passando e achei que tinha errado, fiquei com a cara inexpressiva da agente Prentiss e corri para analisar onde foi que eu tinha errado, era tudo tão óbvio, segui todos os protocolos, mas resolvi me conformar e acreditar que eu tinha errado, afinal não sou especialista nisto, não sou do FBI, tenho este direito... :/

Porém, após algumas semanas o assunto retornou e descobrimos que o perfil traçado estava correto e aproveitamos para relembrar o perfil traçado para a personalidade da Thais, depois aproveitamos e ela traçou o meu.

Este alinhamento de realidades faz com que a gente consiga manter um mínimo de sanidade lá na república e também ajuda na renovação do estoque etílico. ;)

A única chance do perfil amoroso mudar é quando a pessoa sofre um trauma muito grande com as relações amorosas anteriores e então decide que daquele ponto em diante tudo será diferente, nestes casos é necessário esperar algum tempo, até mesmo anos, para traçar um novo perfil, já que a pessoa estará vagando entre a personalidade passada e a futura.

Não se esqueçam de que tudo dito aqui é achismo fundamentado em histórias que me contam e que eu vivi, mas analisando a base de dados que guardamos aqui em casa o padrão é este, o que não é ruim. É como um criminoso que quer sair da vida ilegal, ele acaba sendo preso (término de relacionamento), a pena recebida serve para reabilitação (luto/depressão pós término) e aí se ele tem bom comportamento recebe a liberdade condicional (período de transição para a nova personalidade), até que finalmente cumpre a pena e é uma pessoa livre para viver a vida (habilitado para novos relacionamentos sérios), depois disto podemos traçar um novo perfil.

Você já fez o seu perfil? E o da pessoa que você namora? E de quem você quer pegar?


3 comentários:

Luiggi said...

Eu quero!

Liana Carmo said...

Vamos criar um serviço para isto Luiggi, você poderá se candidatar com tester...hahaha

Luiggi said...

Super válido ^^
Só chamar!

Post a Comment