Wednesday, May 15, 2013

Eu assumo!

A difícil arte de assumir as coisas.

É engraçado como uma situação fica recorrente e aí de repente me dá vontade de conversar aqui com vocês, curiosidade de "vomitar" estas situações para alguém começar a pensar nisto além de mim, aliviar a cabeça. O que tem martelado na minha cabeça e vejo que na cabeça de outras pessoas também é como é extremamente difícil assumir que uma decisão que você toma é somente responsabilidade e escolha sua, a dificuldade de assinar em baixo do "Fiz porque quis! Sem mais considerações sobre o assunto.".



Descobri que tenho uma dificuldade imensa em assumir decisões que tomo, vou explicar melhor, eu assumo que tomei a decisão, não escondo de ninguém, mas sempre justifico que aquilo foi uma reação que eu tomei motivada pela ação de outra pessoa, o que trocando em miúdos é não assumir a sua decisão. Pode parecer idiota, mas é fugir das responsabilidades e muita gente faz isto. Exemplo:
- Não fico com você porque não é justo com fulan@.
- Te trai porque estava carente, você não me dava atenção.
- Terminei com fulan@ porque el@ não agiu corretamente.
- Fui gross@ com você porque não gostei da forma como me tratou.

Enfim, poderia colocar mais uma série de frases que já disse, já me disseram ou que presenciei por aí onde a pessoa não assume que tomou aquela decisão porque era uma vontade DELA, porque a ação do outro não justifica a sua ação, afinal várias pessoas podem passar pelas mesmas situações e reagirem de forma diferente, não existe um manual ou padrão. Desta forma qualquer decisão é sua e o que o outro fez ou deixa de fazer não é justificativa, a justificativa tem que ser algo seu e não do outro.

Agora minha lição de casa tem sido esta, tomar a decisão e assumir que aquela decisão é minha, que aquilo sou eu e não a reação a ação do outro, principalmente nas questões que envolvem o amor.

1 comentários:

Thais F Roland said...

Matou a pau!

Post a Comment